Uncategorized

18 Things I’ve learned in 18 years

Como assim já fiz os 18 anos à dois meses? O tempo passou a correr… Os grandes 18 anos chegaram. Aquela idade que qualquer criança com os seus 10/11 anos quer ter porque pensa que vai ter a liberdade toda que sempre quis e muito mais, mas não passa de uma mera ilusão.

Ainda que tenha passado pouco tempo, já sei algumas coisas. Portanto se queres saber as 18 coisas que aprendi, continua a ler!

  1. 18 anos não significa liberdade total: Apesar de já puderes tirar a carta de condução e de votar, não quer dizer que ganhas a liberdade que sempre desejaste! Vais continuar a viver por baixo das asas dos teus pais, isso, claro se não arranjares trabalho!
  2. Deves ser egoísta e pensar em ti de vez em quando: Claro que deves ser boa pessoa e ajudares o próximo mas, às vezes, mais vale dizeres que não para te poderes concentrar mais em ti. Às vezes, tudo o que precisas é tempo para ti próprio para poderes concretizar os teus planos.
  3. O que os outros pensam de ti não importa: O que os outros pensam de ti não importa, o que importa é aquilo que tu pensas de ti e como te vês.
  4. Não deves viver segundo as expetativas dos outros: Ninguém tem o direito, de te impor o caminho que deves ou não seguir. No final do dia, a vida é tua e tu é que decides o queres fazer com ela.
  5. À medida que cresces vais tendo menos amigos: E não é mau de todo! Apenas que começaste a perceber quem são os amigos verdadeiros que estiveram sempre ao teu lado, e quem eram os falsos que só estavam contigo por interesse!
  6. Sê, diferente e faz a diferença. Sê tu próprio, sê criativo, original, não compares, não imites, não copies, cópias há muitas e tu nunca vais ser a melhor cópia por isso mais vale seres tu próprio
  7. A vida é difícil, mas é um bocadinho mais fácil se olhares para o lado positivo das coisas: Se te focares sempre no lado positivo de tudo, verás que a tua vida se tornará menos difícil!
  8. Os pais também erram: Embora muitas vezes não o admitam. Eles também são humanos, também cometem erros, há coisas que não sabem fazer e não possuem todo o conhecimento do mundo.
  9. No fundo, tudo aquilo que os pais querem é o teu bem:  Só desejam sempre o melhor para os filhos, o que os leva frequentemente a fazer coisas que até podem não ser o melhor. Há coisas que os meus pais acham que são o melhor para mim que para mim não o é.
  10. A vida adulta é uma seca a maior parte das vezes: Já estão muito longe os dias em que a tua única preocupação era acordar cedo para não perderes um episódio dos teus desenhos animados. Agora a tua vida está cheia de preocupações, com muito estudo e/ou trabalho.
  11. Todas as pessoas boas ou más, contribuíram para algo na tua vida: Gosto de acreditar que todas as pessoas foram colocadas na nossa vida por alguma razão (=destino). As boas pessoas para nos apoiar nos maus momentos e as más pessoas para nos mostrar aquilo que nós não queremos ser e dão-nos também valiosas lições de vida.
  12. Não cries demasiadas expetativas, podes acabar desiludido: A vida é imprevisível, nunca sabes aquilo que vai acontecer no dia a seguir  e que te pode dar a volta aos planos. Faz planos sim, mas deixa alguma margem para o imprevisível e para o inesperado.
  13. Se ambicionas algo, tens que trabalhar para isso: Tens que ser consistente e a palavra “desistir” não pode estar no teu dicionário.
  14. Na realidade, ninguém sabe mesmo o que está a fazer: Quando era pequena, via os adultos como pessoas perfeitas e com o passar do tempo fui percebendo que até os adultos se sentem inseguros.
  15. O nosso crescimento não termina na adolescência: Apesar de, no final da adolescência, já estarmos com mais maturidade, o nosso processo de crescimento não fica por aqui. Estamos sempre a aprender, desde o dia em que nascemos até ao que morremos
  16. És capaz de mais  do que aquilo que pensas: Temos sempre tendência para nos subestimar e achar que somos pouco fortes ou temos pouca resistência mental, e só percebemos o contrário quando somos obrigados por alguma circunstancia da vida!
  17. Nada nem ninguém te define: Não és só um tipo de pessoa, és um conjunto. Nunca deixes também que ninguém te defina, que ninguém te diga aquilo que és ou não és.
  18. A idade é apenas um número: Ao escrever este post a percebi-me que não a idade que temos não importa! O que importa é como a vivemos.

E é isto pessoal, 18 coisas que aprendi em 18 anos! Agora que cheguem os 19 e que aprenda muito más!

Até já! 😉

Partner Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *